ACINP propõe medidas de prevenção ao COVID-19 em estabelecimentos comerciais

31/03/2020

O Departamento de Comércio da Associação Comercial e Industrial de Nova Petrópolis- ACINP esteve reunido no Plenarinho da entidade, no dia 30 de março, para elaborar uma lista de ações de prevenção ao Covid-19 no município, com a definição de responsabilidades por parte da Associação, do Poder Público e do empresariado.

Liderados pelo Presidente da ACINP, Marcos Alexandre Streck, 14 empresários participaram do encontro, que atende a uma solicitação do Comitê de Crise do Município, para que cada segmento da economia elabore as suas sugestões. A listagem de medidas será avaliada nos próximos dias e, posteriormente, poderá integrar qualquer alteração que venha a ocorrer no Decreto Municipal em vigor.

Na ocasião, o grupo acordou que seria responsabilidade da ACINP a produção e distribuição de cartazes com orientações de cuidados gerais, que serão entregues gratuitamente para as empresas; Elaborar e disseminar informações de conscientização sobre o Covid-19, através de rádio e jornal para atingir os grupos de risco; Produzir vídeos curtos para orientar o empresário, além de divulgar mais intensamente o disque-denúncia.

Entre as orientações sugeridas ao empresariado estão medidas de controle sanitário, de higiene dos estabelecimentos e treinamento de equipe, bem como a adoção de práticas específicas para evitar filas e aglomerações; Colocação de tapetes com produtos químicos para desinfetar os calçados na entrada dos estabelecimentos e limpeza freqüente das áreas de circulação e corrimões.

O estabelecimento que puder, deve fazer uma entrada e saída distintas, para evitar fluxo de dois sentidos numa mesma porta, limitando ao máximo a circulação de pessoas o interior dos estabelecimentos (50% da capacidade do local) e realizar a reposição de produtos do estoque em horários em que o estabelecimento está fechado (sem circulação de clientes).

Outro ponto abordado é a questão social. Recomenda-se evitar ao máximo efetuar demissões, tendo em vista que o governo e os bancos disponibilizarão linhas de crédito para auxiliar as empresas, para evitar queda ainda mais acentuada das vendas do comércio. Se possível, evitar o retorno de funcionários do grupo de risco ao trabalho.

O grupo levantou também algumas questões de que seriam de competência do Poder Publico. Entre elas a realização de um cadastro com dados da empresa junto à Prefeitura, onde a mesma assina um documento declarando estar de acordo com as regras, alem de ampla fiscalização das normas acordadas.

No documento que será entregue ao Comitê de Crise também há a solicitação formal para abertura parcial de estabelecimentos comerciais a partir do dia 06 de abril, ficando restrito, nesse primeiro momento, o funcionamento de shoppings/galerias (locais de aglomeração), com a coibição de atos que desrespeitem as regras de conduta e com previsão de aplicação de multas caso a população não respeite as orientações de permanecer em casa.

Também se reuniram recentemente outros Departamentos da entidade, de importantes setores da economia (Construção Civil, Indústria, Malharias, Hotelaria e Gastronomia). Todos com o mesmo objetivo, de poder retomar as atividades de forma prudente, com práticas recomendadas por equipes de saúde, e buscando evitar a disseminação do Covid-19 em Nova Petrópolis.

 

 

Compartilhe esta notícia:

NOTÍCIAS RELACIONADAS