Karina Rebelo antecipa pontos que serão abordados em curso de Neuroliderança

19/11/2019

“Neuroliderança: para líderes, gestores e profissionais de RH” é o tema da próxima qualificação da UNIACINP, a Escola de Gestão e Negócios da Associação Comercial e Industrial de Nova Petrópolis- ACINP, que acontece nos dias 29 e 30 de novembro, na sede da entidade. A qualificação ficará a cargo da especialista em comportamento e neurociência, em marketing e vendas e em psicologia positiva, Karina Rebelo.

Rebelo é professora de neuronegociação e neuroliderança, e também consultora de empresas como Arezzo, Killing, AGCO, IMED, Sinoscar e Brinox. Entre os assuntos que serão abordados, estão a Neurociência e a essência humana; Conexão entre propósito e valores; Forças e Virtudes; Como se formam as percepções; Processo de persuasão; Tomada de decisão, entre outros.

Antecipando alguns pontos que serão tratados durante seu treinamento, Karina conversou com exclusividade com ACINP. Confira abaixo:

Qual a relação entre a neurociência e a essência humana? Os avanços na pesquisa do cérebro dos últimos têm ajudado organizações e lideranças na busca de melhores resultados com as pessoas e por meio delas. Estas pesquisas deixam mais claro que o comportamento humano no local de trabalho não funciona da maneira que muitos executivos pensam, o que ajuda a explicar por que fracassam muitos esforços de liderança e iniciativas de mudança organizacional. Os recentes avanços da ciência cognitiva poderão liderar e influenciar a mudança consciente e positiva dos resultados.

Qual o papel do novo líder? Como estabelecer formas mais eficientes de gestão a partir do conhecimento em Neuroliderança? Uma dica para o líder contemporâneo é começar a deixar os comportamentos problemáticos para trás, concentre-se em identificar e criar novos comportamentos. Com o tempo, eles podem moldar os caminhos dominantes no cérebro de seus funcionários, novas conexões. É muito mais eficaz e eficiente para os líderes ajudar os outros a chegar as suas próprias conclusões, pois desta forma pode-se chegar a resultados autossustentáveis e numa maior longevidade organizacional.

Qual a importância do autoconhecimento do líder no processo de gestão de pessoas? Como o líder se comporta, o que ele diz e, principalmente, como ele diz afeta diretamente a atitude das pessoas da equipe. Então, quanto mais o líder se conhece, melhor ele conhece a sua equipe e mais consegue praticar o processo da empatia.

O que são gatilhos mentais? Gatilhos mentais são estímulos recebidos pelo nosso cérebro que influenciam diretamente a nossa tomada de decisão. Estes gatilhos auxiliam na maior persuasão do comunicador. Eles atingem sentimentos, que, por sua vez, movem as pessoas e fazem-nas agirem.

O que pode ser considerada uma comunicação assertiva? O bom comunicador não é aquele que mais fala, mas aquele que se faz ser entendido. A comunicação é a principal competência para o sucesso de qualquer liderança e organização. Ser assertivo é ter clareza de objetivo, deixar de forma clara as suas expectativas para com o outro, dar feedbacks construtivos e focados no propósito (com respeito e de forma correta).

Fale um pouco sobre comprometimento e engajamento de equipes. O que pode ser feito em pequenas e grandes equipes para melhoria de performance? É por meio da liderança conversacional que podemos dar vida a este tipo de organizações. Em uma época em que todos nós somos chamados a dar passos adiante com coragem, estas ideias têm o potencial de transformar a maneira como os líderes entendem e servem as organizações.  

As vagas são limitadas e as inscrições vão até o dia 22 de novembro, com investimento de R$ 490,00 para associados (em até três vezes na mensalidade) e R$ 590,00 para não associados. Para os associados que aderirem a qualquer curso da UNIACINP até o final de dezembro haverá um desconto de 10%.

Compartilhe esta notícia:

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Em breve